Proposta da nova lei do motofrete é apresentada aos empresários do setor

Data:

Proposta da nova lei do motofrete é apresentada aos empresários do setor
O auditório do Setcesp, em São Paulo, ficou lotado no último sábado, 21, durante a reunião mensal do SEDERSP com empresários do setor de motofrete.

Na ocasião, o presidente da entidade, Fernando Souza, relatou sobre a audiência pública ocorrida no mês passado na Câmara dos Vereadores de Sorocaba (clique aqui), que teve a presença maciça da diretoria do sindicato patronal, somando forças junto aos empresários locais na cobrança de fiscalização das empresas do setor. 

“Tivemos voz na Câmara e nossa sugestão foi acatada pela Urbes (responsável pelo trânsito e transporte da cidade), que se prontificou notificar todas as empresas motofretistas a comparecer ao departamento para a realização de cadastro. É o SEDERSP mostrando a sua cara, defendendo suas bandeiras”, disse Souza.

Outro tema abordado no encontro foi a questão dos aplicativos. O advogado Angelúcio Piva, do setor jurídico do sindicato, apresentou algumas medidas que estão sendo tomadas pelo SEDERSP junto a outras instituições, inclusive a laboral, no combate a essas cooperativas virtuais que agem de modo irregular no mercado.

O assessor Ronaldo Brito, que participa ativamente com demais representantes do SEDERSP nas reuniões semanais do Grupo de Trabalho Motofrete, na sede da CET, explanou algumas ações desse GT que já trouxeram resultados positivos, entre elas a implantação de bolsões em alguns pontos centrais da cidade, além da discussão, em conjunto com o Detran-SP, da necessidade de faixas seguras para motos nas marginais. 

Um dos temas mais esperados na reunião foi a apresentação de alguns itens da nova legislação do motofrete, que está sendo elaborada por diversas frentes do setor de duas rodas. “A proposta é fazer uma nova lei, porque essa que está em vigor é a mesma do taxi, ou seja, não tem questões básicas do nosso setor. Portanto, isso está sendo feito para realmente trazer um pouco mais de fôlego para a fiscalização e que deve envolver todas as empresas relacionadas”, explicou Ronaldo.

“Isso não quer dizer que nós absorvemos e aceitamos tudo o que consta nessa proposta. Desse modo, estamos trazendo os tópicos mais polêmicos para discussão interna, levando para o nosso jurídico minuciar tudo com bastante cautela, para a gente trazer o melhor resultado a todos”, ressalta o presidente da casa.

Para finalizar o evento, os empresários assistiram à palestra “Educação Financeira e Planejamento – O segredo para a construção da riqueza”, ministrada pelo consultor financeiro pessoal Dimitrios Asvestas, que destacou sobre a importância de planejar desde a educação dos filhos, a aposentadoria e a sucessão da empresa, para que ela permaneça no mercado como um legado para a família.

A próxima reunião com empresários está prevista para acontecer no dia 11 de abril, às 8h30, na sede do Setcesp, localizado na Rua Orlando Monteiro, 21, na Vila Maria. 

Fonte: SEDERSP


DEIXE SEU COMENTÁRIO: