Hoje é o Dia do Motociclista, data para comemorar e refletir

Data:

Hoje é o Dia do Motociclista, data para comemorar e refletir
Essa é uma semana de comemoração para quem é apaixonado por motocicleta e até mesmo aos que utilizam as duas rodas apenas como meio de transporte para o trabalho ou para uso profissional. Isso porque dia 27 de julho é o Dia do Motociclista, data que merece destaque, dado o avanço do setor. 

A celebração surgiu a partir de uma tentativa da Associação Brasileira de Motociclistas (ABRAM) de estipular um dia comemorativo oficial para motoqueiros. 

O dia escolhido foi uma homenagem a Marcus Bernardi, motociclista e mecânico da Honda, que morreu em 27 de julho de 1974. Dez anos depois de sua morte, foi estabelecido por meio de um projeto de Lei o Dia do Motociclista, comemorado todo 27 de julho, em homenagem ao ex-mecânico, por se tratar de uma figura muito querida e conhecida em seu trabalho.

A data serve de estímulo para a realização de passeios em duas rodas, palestras e eventos de motoclubes.

Números

Atualmente, o Brasil figura entre os seis maiores produtores mundiais de motocicletas. 

Segundo a edição de 2015 do Anuário da Indústria Brasileira de Duas Rodas, tendo por base os dados de 2014, entre as 23.027.875 motocicletas da frota nacional, 38,5% se encontram na Região Sudeste (8.873.235 unidades) e 27% na Nordeste (6.211.226 unidades), considerando-se as maiores concentrações regionais. Em seguida, aparecem as regiões Sul, com 15,3% (3.524.907 unidades), Centro-Oeste, com 10,2% (2.354.211 unidades), e Norte, com 9% (2.064.296 unidades).

De acordo com informações da Abraciclo, o País conta com frota superior a 23 milhões de unidades, o que equivale à média de uma moto para cada grupo de 9 habitantes. 

Paralelo a esses números, associações e instituições ligadas ao motociclismo promovem ações de conscientização e educação em prol de uma pilotagem mais segura no trânsito. 

Uma dessas entidades é o SEDERSP, que evidencia a data como momento de reflexão, não só aos que pilotam sobre suas motocicletas, mas também a todos os demais condutores, sempre em busca um trânsito equilibrado e de paz. 

Fonte: SEDERSP


DEIXE SEU COMENTÁRIO: