Fernão Dias continua congestionada no sentido SP na volta do carnaval

Data:

Fernão Dias continua congestionada no sentido SP na volta do carnaval
O motorista que usava a Rodovia Fernão Dias, que liga São Paulo a Minas Gerais, enfrentava após as 17h desta terça-feira (21) 48 km de lentidão, no sentido da capital paulista, como reflexo da grande quantidade de veículos que voltam do feriado de carnaval.

As filas seguiam do km 18, em Bragança Paulista, até o km 66, no pedágio de Mairiporã. Segundo a concessionária Autopista, que administra a estrada, o fluxo intenso começou às 9h desta terça e deve se manter pelo menos até as 23h.

Na pista norte da Fernão Dias, sentido Belo Horizonte, o tráfego seguia sem dificuldades no horário. Na Rodovia Régis Bittencourt, que liga São Paulo ao Paraná, havia por volta das 17h três trechos com excesso de veículos na Serra do Cafezal, no interior do estado: do km 360 ao 358, do km 355 ao 353 e do km 346 ao 343, no sentido São Paulo. Fora da serra, o trânsito era lento do km 334 ao 331, na região de Juquitiba.

No sentido capital, o acostamento estava liberado entre o km 343 e o km 342 e em outro trecho do km 342 ao 340, para ajudar na fluidez dos veículos. Na pista sentido Curitiba, os usuários não encontravam lentidão na tarde desta terça.

Pelo sistema Anchieta-Imigrantes, segundo a concessionária Ecovias, o tráfego era normal às 17h na saída para a capital. Na Imigrantes, sentido Praia Grande, e nas rodovia Padre Manoel da Nóbrega e Cônego Domênico Rangoni, o tráfego era intenso, mas fluía bem. O tempo era encoberto, mas com boa visibilidade.

De acordo com a concessionária Ecovias, dos 506 mil veículos que desceram a serra neste feriado, 151 mil ainda devem voltar para a capital paulista. O sistema operava no esquema 8x2 no início desta tarde, pela operação subida, com as duas pistas da Imigrantes e uma da Anchieta seguindo no sentido São Paulo e apenas a pista sul da Anchieta como opção para o litoral.

Segundo informações do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), o tráfego era lento às 17h na Rodovia Oswaldo Cruz, no sentido Taubaté, entre os km 88 e 79, por causa de panes mecânicas e do excesso de veículos nos trechos de serra.

Pela Rodovia dos Tamoios, os motoristas enfrentavam tráfego intenso no sentido São José dos Campos, do km 58 ao 37, pelo número de veículos e pelo estreitamento da pista.

Na Mogi-Bertioga, havia congestionamento do km 82 ao 80, sentido Mogi das Cruzes. Na Rio-Santos, havia bastante trânsito, mas fluía bem. Nas rodovias Carvalho Pinto, Ayrton Senna e Helio Smidt, segundo a concessionária Ecopistas, o tráfego era bom no horário, tanto sentido interior quanto capital.

Pelas rodovias Raposo Tavares, Castello Branco e Anhanguera, o tráfego era normal no sentido do interior e da capital. Na Dutra, havia congestionamento do km 68 ao 70, na região de Aparecida, por obras na pista e o excesso de veículos, que fluem pela faixa da esquerda.

Por volta das 12h40 desta terça, na Dutra, duas mulheres ficaram feridas com a colisão de dois veículos, na altura do km 220, sentido Rio de Janeiro. Uma delas foi encaminhada ao Hospital Carlos Chagas e passa bem. A outra foi levada ao Hospital Geral de Guarulhos e passou por atendimento nesta tarde. Não há mais detalhes sobre o caso.

Na Rodovia dos Bandeirantes, no trecho Jundiaí-Campinas, o tráfego era normal na pista expressa, mas havia trânsito intenso do km 95 ao 92, pelo excesso de veículos. Entre os km 48 e 23, sentido capital, o trânsito estava proibido para caminhões, que deveriam usar a Rodovia Anhanguera.



Fonte: Portal G1


DEIXE SEU COMENTÁRIO: